Dia das mães e as estratégias para o varejo

Dia das Mães e as estratégias para o varejo

Dia das mães para o varejo

O dia das mães está quase ai e, mais uma virada na folhinha do calendário, estaremos no dia 13 de maio. Assim como em 2017, muitas pessoas declararão seu amor às suas no Facebook e Instagram. Apenas para conhecimento, o Brasil, no ano passado, foi o segundo país que mais compartilhou amor nessa data.

A tradição do dia das mães

Na história, podemos observar alguns povos antigos que “comemoravam” o dia das mães. Os gregos prestavam homenagem à deusa Reia (a mãe comum de todos). Já os romanos celebravam, durante 3 dias, a deusa Cibele, a mãe de todos os deuses. A versão moderna do dia das mães data do século XVII, na Inglaterra. Durante as missas, os filhos ingleses entregavam presentes para suas mães. No Brasil, o segundo domingo de maio foi instituído por um decreto presidencial assinado pelo, então presidente, Getúlio Vargas, em 1932.

A tradição de combinar declarações apaixonadas e presentes para suas mães é perfeita. Por isso, pensar em estratégias para conquistar ainda mais as mães e àquela pessoa que a presenteará são importantes.

Estratégias para o varejo no dia das mães

Segundo o Serasa Experian, em 2017, as vendas, na semana entre os dias 8 e 15 de maio, cresceram 2%. Mesmo assim, ainda foi um crescimento muito abaixo, comparado a 2013, quando o crescimento foi de 5,3%. Mas, para evitar que a sua empresa cresça abaixo disso, é importante antecipar algumas tendências:

1. Crie audiências assertivas

  • Moda: 2ª categoria mais vendida. 55% das mães gostam de estar por dentro das tendências desse segmento.
  • Cestas de café da manhã: 55% das pessoas se interessam por cestas no Facebook e 33% no Instagram.

2. Aposte na criatividade que aumentem a consideração da sua marca

  1. Slideshows;
  2. Carrossel;
  3. Anúncio de vídeo;
  4. Anúncios dinâmicos e;
  5. Ofertas

Esses são apenas algumas ferramentas que podem ser usadas para atrair a atenção das mães, pois 31% delas descobrem a sua marca após ver um anúncio criativo e 23% assistiram a algum anúncio em formato de vídeo, sendo que 1,38 vezes mais brasileiros seguem marcas com as quais pretendem realizar alguma compra.

3. O celular ajudará a conectar-se

  • 40% dos brasileiros compraram um produto via celular no último mês;
  • 21% das mães brasileiras estão online;
  • 55% pessoas no Brasil afirmam descobrir marcas em plataformas online.

4. Pense no seu objetivo de negócio

Aumentar o tráfego do seu site ou de suas redes sociais é importante para que as conversões possam crescer. Um site atrativo, que prenda a atenção das mães, ofereça algum brinde ou frete grátis e gere interesse por um determinado produto é essencial. Além disso, trabalhar com a integração nas redes sociais, transmitindo uma imagem interessante e encantadora é primordial.

  • 62% das mães realizaram alguma compra devido ao frete grátis e 70% dos brasileiros fazem a mesma coisa;
  • 56% dos brasileiros são atraídos por ofertas e promoções.

Vamos à ação no Dia das Mães

Com essas informações em mãos, torna-se mais fácil antecipar o planejamento. Não deixe para a último hora, uma vez que é importante ter os objetivos e as metas traçadas para conquistar novas vendas.

Fonte: Facebook Business

Por data

Categorias:

Jesus de Mari: o novo tempero da panela

Jesus de Mari: o novo tempero da panela

O bom é invisível aos olhos

É com imenso prazer que anunciamos a Jesus de Mari que será mais um novo tempero em nossa panela. Fundada em 1982, em Atibaia, a Jesus De Mari conta com uma área de 91.000 m², com excelente infraestrutura e uma linha de produção eficiente e rápida. Possui uma frota preparada e apta para agilizar o processo de entrega.

Jesus de Mari: marca consolidada

Ao longo dos anos, a empresa consagrou sua marca e consolidou seu nome devido à excelente qualidade de seus produtos. Isso foi possível devido à utilização de matéria-prima de primeira linha e tecnologia de ponta.

 Linha de produtos

Jesus De Mari possui uma vasta linha de produtos  que são testados em um laboratório próprio. Os seus principais produtos são:

  • Aduelas de concreto;
  • Tubos de concreto;
  • Anéis de concreto;
  • Mourões de concreto;
  • entre muitos outros que podem ser visualizados aqui.

Garantia Jesus de Mari

A empresa possui um firme compromisso com a qualidade dos produtos que levam sua marca. Constantemente, são investidos recursos em tecnologia e aprimoramento de processos, preparação da equipe e na agilidade das entregas.

Ela atende empresas dos mais diversos segmentos do mercado, tais como: prefeituras, construtoras, lojas de materiais de construção, prestadores de serviços em geral, entre outros.

Não é por acaso que a Jesus De Mari consolidou sua marca e hoje é uma das líderes no mercado. A matéria-prima utilizada em seus produtos é de excelente qualidade, proporcionando confiabilidade à linha de fabricação, que segue todas as normas técnicas.

Nosso trabalho

O nosso trabalho consistirá em ações nos meios digitais, principalmente nas redes sociais da empresa (Facebook e Instagram). Campanhas no Google Adwords e inbound marketing são outras ferramentas que serão utilizadas. Além disso, ainda criaremos peças para o ambiente offline.

Para quem ainda não está familiarizado, o inbound marketing é uma ferramenta de atração de potenciais clientes por meio da produção de conteúdo com qualidade. Uma ferramenta muito importante nos dias atuais, uma vez que o cliente/consumidor faz buscas por informações e, se essas não possuirem uma determinada qualidade, esse procurará outras informações, outras empresas.

agência de publicidade mokeka jesus de mari

Por data

Categorias:

Marca: a importância dela para a sua empresa

A importância da marca para a sua empresa
A importância da marca para a sua empresa

A importância da marca para a sua empresa

Marca, algo que muitos empresários não dão atenção e desconhecem o porquê deve ser trabalhada. Contudo, neste texto, falarei sobre a importância da construção de uma marca forte e os resultados que isso traz para a sua empresa.

Omo é marca ou apenas um sabão em pó?!

Um simples exemplo: quando falamos em sabão em pó, qual o primeiro nome que vem à cabeça? Bem provável que a primeira lembrança seja Omo. Outro grande exemplo é a Bombril. Quem nunca falou que comprou o “bombril” da Assolan? São marcas que se tornaram sinônimo de categoria. Sob o mesmo ponto de vista, o jornal Folha de São Paulo realiza anualmente uma pesquisa e premiação chamadas Top of Mind. Entretanto, o foco dessa pesquisa é verificar quais são as marcas mais lembradas, dentro da categoria e além.

Para quem pensa que a marca da sua empresa não é importante, esses casos servem como exemplo. Tanto quanto uma marca forte e bem construída atrai o consumidor e o fideliza por muito tempo.

Conte histórias verdadeiras

Do presidente, ao chão de fábrica, todos devem acreditar na mesma história. Entretanto, todos precisam sentir orgulho por ser parte da história da empresa. Mas não invente. Seja original e verdadeiro ao descrever a história da sua empresa.

É importante saber contar uma história que chame a atenção do consumidor. Uma história bem contada, que retrata a identidade da empresa, a posiciona muito bem na lembrança do público. Aquela frase “quem não é visto, não é lembrado” é verdadeira, mas não vale ser visto contando mentiras.

Descreva a sua marca como algo único, com personalidade e uma missão a ser cumprida. A mesma missão que identifica a sua empresa.

“As pessoas não compram o seu produto, eles compram porquê você o faz.” (Simon Sinek)

Fortalecimento da marca

Uma marca pouco conhecida, gera desconfiança por parte do público consumidor. Além disso, uma marca pouco conhecida pode ocasionar má reputação e vendas abaixo do esperado.

O trabalho da marca deve ser constante e focado no seu fortalecimento. Em outras palavras, princípios, valores e missão devem ser apresentados e ir além do papel ou dos muros da empresa.

Saiba trabalhar esses pontos e expandi-los. Contudo, não venha com a desculpa que marca é algo para grandes corporações. Esse trabalho é importante para qualquer empresa, até mesmo para a “EUpresa”.

Ao expandir os seus propósitos, os clientes tendem a se tornar fãs, advogados e promotores da sua marca. Mas antes, o consumidor deve ter uma experiência inesquecível. Gerar lembranças positivas é importante.

Por exemplo, o segmento de moda é um caso que podemos citar que utiliza muito bem a experiência positiva do consumidor. Dolce & Gabbana, Gucci, Marcolina, Ralph Lauren são apenas alguns que podemos citar.

Para o grande público, Marvel e DC são as principais empresas de quadrinhos, mas poucos conhecem outras empresas que produzem bons materiais de leitura. Image Comics, a terceira maior produtora de HQs, editora responsável por Spaw. Dark House Comics é responsável pelas HQs d’O Máscara e história de Star Wars e Shrek, são algumas que posso citar.

Mas, afinal, o que é marca?

Marca é a promessa da empresa fornecer diversos atributos aos consumidores. As mais lembradas e desejadas transmitem uma garantia de qualidade.

Assim, esqueça a representação gráfica da marca, o logotipo. Do mesmo modo, esqueça o nome da empresa ou produto. Marca vai além da junção desses itens. É a representação emocional e sensorial que envolve o consumidor por meio de suas experiências em contato com o todo o negócio. Desde o produto na gôndola, colaborador e acionista da empresa, precisam ter o mesmo sentimento.

É a identidade da empresa representada por seus elementos. Discurso, imagem (não a gráfica), relacionamento, pessoas, identidade visual e som são alguns dos elementos que compõem uma marca.

Atributos da marca

Segundo o “pai do Marketing”, Philip Kotler, uma marca possui 6 níveis de significados:

  • Atributos: traz à lembrança do consumidor algumas características, entre elas, a qualidade;
  • Benefícios: funcional ou emocional, o consumidor acredita na durabilidade do produto ou em um sorriso mais branco;
  • Valores: se for ecologicamente correta ou ajudar alguma causa, são transmitidos para o público que se relaciona com ela;
  • Cultura: as marcas têm o poder de se relacionar com determinados públicos e esses acreditam que elas os representam;
  • Personalidade: o consumidor age conforme a característica transmitida, podendo ser força ou poder;
  • Usuário: esse distingue o perfil do consumidor que fará uso do produto ou serviço.

Mas e a identidade visual?

A identidade visual é uma parte importante da marca, mas não a única. O logotipo é o primeiro elemento  que norteia toda a lembrança do consumidor. Por exemplo quando falamos “Olimpíadas”, remetemos à imagem dos seus arcos. McDonald’s, o M dourado sempre se destaca.

Além disso, todos os outros materiais comunicam a identidade da marca. Uniformes, cartões de visitas, brindes e outros elementos contribuem para a construção da identidade visual.

Toda a identidade visual deve ser pensada para “provocar” o público para que ele identifique, rapidamente, a empresa. Um trabalho de design muito bem feito, provoca as melhores reações nas pessoas. Se mais de três pessoas tiverem a mesma reação após ver a sua identidade visual, então, é sinal que a marca tem força.

Já que falamos de design, um grande exemplo de identidade visual é a Apple. Todos os produtos da maçã têm um design único e reconhecível em qualquer lugar. Coca-Cola é outro exemplo: a sua garrafa KS (king size) tem um formato único. Devido a isso, a empresa utiliza uma linha abaixo do nome nas latinhas de alumínio, que representa a garrafa KS.

Considerações

A construção de uma marca é algo de extrema importância para uma empresa. Ao pensar na sua empresa e produtos, fique atento se a mensagem que está passando (por meio dos seus significados) está correta.

Uma marca forte e bem construída tende a despertar desejos por onde passa e ter uma vida longa no mercado em que atua. Não economize tempo para alicerçar bem todos os atributos da sua marca.

Por data

Categorias:

Público-alvo com Deadpool

Público-alvo com Deadpool

Com a data de lançamento do segundo filme marcada para dia 17 de maio de 2018, o herói mais cômico do planeta vai passear pelo nosso blog para te ajudar a entender melhor seu público-alvo e o quanto isso faz diferença na hora que uma campanha vai de fato ao ar. Curioso para o que vem a seguir? Apresentamos então o professor de hoje, o anti-herói mais louco do universo Marvel: com vocês, Deadpool!

Público-alvo com Deadpool

Antes de tudo: vamos entender o cenário

Deadpool apontando

Quando falávamos de filmes de heróis, o roteiro era praticamente o mesmo. O gênero era ação e tratava de um herói, ou um conjunto deles, que descobriam seus poderes. Todos lutavam contra uma grande ameaça e, no final, salvavam o mundo. Certo? Mas, é aqui que o cenário começa a ser favorável para o senhor Wade Wilson brilhar!

A Marvel entendeu que ação não é o único gênero que pode usar para falar de super heróis. Por que não pensar fora da caixa e tentar uma comédia? Mas, e se formos além? E se usarmos uma figura que cairá no gosto do público jovem por ser irreverente, brincalhão e politicamente incorreto? Parece a ideia perfeita, não é? Agora, some tudo isso em um mergulho incrível no cenário digital e nas redes sociais que vem crescendo de forma colossal. O resultado disso? Sucesso total.

O grande start: conteúdo viral mirando o público-alvo

Ah, o sonho da viralização! Assim como citado, o uso das redes sociais foi extremamente importante para alavancar o filme e criar um hype absurdo para conferir o longa na grande tela dos cinemas e, acredite, isso começou antes mesmo da estréia.

Em 2012, um vídeo com o ator Ryan Reynolds foi divulgado “acidentalmente” na plataforma digital. Devido a grande aceitação do público, o estúdio decidiu dar sequência à produção do filme.

Aqui, o time de marketing merece nossos mais sinceros aplausos! Certamente, você já ouviu a frase: “você deve primeiramente fazer um plano para seu negócio e ver se ele tem chances reais de dar certo”. Foi exatamente isso que eles fizeram. Com a grande repercussão, constataram que o filme tinha potencial para ser comercializado. Sem dúvida, um tiro certeiro do departamento!

Deadpool atirando

Seu público-alvo está nas redes sociais? Então esteja lá!

Como é possível que um personagem ganhe os fãs antes mesmo do filme estrear? Aqui vai outra sacada que merece aplausos. No perfil do Instagram do ator Ryan Reynolds foram feitas diversas postagens com imagens do filme e do personagem icônico interagindo com o mundo em situações rotineiras de pessoas normais adicionando, claro, um tom gigante de humor. Além disso, no Twitter do ator, várias frases brincando com o universo Marvel e seus heróis. A conta do Facebook bombou por várias postagens engraçadas que geraram muitas risadas e compartilhamentos do público.

É para ganhar os corações? Sim! Então, por que não um perfil no Tinder? O grande solteirão das HQ’s tinha um perfil em que ele se apresentava às pessoas, mostrando o seu perfil.

Deadpool com cachimbo

A grande estreia

O que acontece quando você entende as peculiaridades do seu público-alvo e cria laços que vão além das telas de cinema? Recordes quebrados! Já na primeira semana nos Estados Unidos, o filme teve a arrecadação recorde de U$135 milhões. Mas, vamos além. Deadpool também desbancou o filme Matrix Reloaded, que detinha o recorde de maior estréia com classificação adulta.

Pensando em tudo isso, fica difícil negar que entender com quem você está falando e usar os meios certos para atingi-lo pode significar o grande sucesso do seu projeto, não é mesmo? Comece a pensar nisso, coloque em prática e fique muito assustado com o quanto isso vai alavancar seus resultados!

Deadpool olhando

Por data

Categorias:

Google Adwords e o mundo do RPG

Google Adwords e o mundo do RPG

Você curte coisas do universo da publicidade, nerd ou geek e acha que anunciar no Google é muito complicado? Não se preocupe, a gente descomplica tudo para você! Confira este post e descubra o mundo de RPG por trás do Google Adwords!

Mas o que é Google Adwords?

A não ser que você viva na época medieval de Dungeouns and Dragons, certamente já procurou algo no Google, certo? Pois bem, lembra de todos aqueles links e imagens nos resultados? Acessou algum blog com banners de produtos? Ou estava assistindo aquele Rolling Play incrível e foi surpreendido por um anunciante no meio?

Aqueles são anúncios feitos de uma plataforma do programa Adwords. Você pode acessá-lo clicando aqui.

Publicidade no Google Adwords

 

Mas como funciona o Google Adwords?

Empresas anunciam seus serviços e produtos para as pessoas que estão buscando por ele no navegador. Isso só é possível entendendo a fundo quem é o público e escolhendo os termos certos de busca.

É praticamente estudo e uma boa interpretação, como se você estivesse criando sua ficha de personagem. Na hora de escolher as palavras-chave, se você entender a essência do público, vai ser certeiro quando fizerem suas buscas. Assim como se entender a essência do seu Elfo na hora da campanha, vai ganhar bônus em XP por sua interpretação!

 

Rede de Pesquisa

Agora eu sou o mestre: você está em uma caverna há algumas boas horas e está procurando por água. Você, é um Elfo e um jovem mago. Sabendo disso, soletra uma magia para encontrar água e aquilo que você pediu magicamente aparece em um lugar próximo a você. Acredite, isso é a pura rede de display!

Vamos trazer para algo do dia-a-dia: você está na sua casa, procurando por uma Squeeze para quando for treinar na academia. Ao invés do feitiço, você digita as palavras mágicas no Google e aparecem “magicamente” vários produtos para comprar. Entendeu a relação?

 

Existe também a Rede de Display

Eu ainda sou o mestre: você está emboscado por 2 guardas em um calabouço. Eles estão procurando por um amuleto que sabem que está em sua posse. Você respira por alguns segundos, sussurra uma magia e faz com que esse amuleto apareça do outro lado da sala. Isso deixa o corredor livre para sua fuga. ISSO É MUITO REDE DE DISPLAY!

Igual ao exemplo anterior. É como se buscasse algo que deseja no Google e isso aparecesse para você com imagens dos produtos ao invés de links. Interessante, não é mesmo?

 

Google Adwords - dadosRolando um d20 no Google Adwords

Se você está assustado com o quanto RPG pode te ajudar a entender sobre essa forma incrível de anunciar no cenário digital, é porque ainda não falamos de Skills! Cada empresa tem suas skills dentro do Adwords. Ao invés de destreza, temos a verba. Ao invés da força, temos os lances. E, ao invés do carisma, temos estratégias de copywriting.

Se você já ouviu dizer que quem tem mais dinheiro aparece primeiro no Google, cuidado! Isso nem sempre é verdade. Assim como no RPG, o que define o grande sucesso do personagem é a somatória e a distribuição correta dessas skills de acordo com seu objetivo. A verba vai determinar a quantidade de tempo que esse anúncio estará ativo.

Os lances vão definir um limite de dinheiro que você pode dar por cada pesquisa. São vários anunciantes batalhando para aparecer na rede, quem tiver um número maior, vence, assim como na rolagem dos dados.

“Faz aí um check de carisma”. No jogo, você basicamente tenta usar seu atributo para levar a melhor em uma situação e convencer alguém de algo. Nas pesquisas do Adwords, seus anúncios têm que estar bem escritos e com informações que convençam a pessoa ao clique. Entendeu a relação? Incrível, né?

Depois disso, o trabalho com os anúncios pode se tornar extremamente divertido! O que acha dessa relação? Acredita agora que é possível? E olha lá que eu nem precisei fazer um teste de persuasão para te mostrar isso. 😉

Por data

Categorias: