Estratégias para o dia das mães

Dia das Mães e as estratégias para o varejo
O dia das mães está quase ai e, mais uma virada na folhinha do calendário, estaremos no dia 13 de maio. Assim como em 2017, muitas pessoas declararão seu amor às suas no Facebook e Instagram. Apenas para conhecimento, o Brasil, no ano passado, foi o segundo país que mais compartilhou amor nessa data.

(mais…)

Por data

Categorias:

Novo tempero para a panela da Mokeka: Jesus de Mari

Fachada da Jesus de Mari

É com imenso prazer que anunciamos a Jesus de Mari que será mais um novo tempero em nossa panela. Fundada em 1982, em Atibaia, a Jesus De Mari conta com uma área de 91.000 m², com excelente infraestrutura e uma linha de produção eficiente e rápida. Possui uma frota preparada e apta para agilizar o processo de entrega.

(mais…)

Por data

Categorias:

Marca: a importância dela para a sua empresa

A importância da marca para a sua empresa
A importância da marca para a sua empresa

A importância da marca para a sua empresa

Marca, algo que muitos empresários não dão atenção e desconhecem o porquê deve ser trabalhada. Contudo, neste texto, falarei sobre a importância da construção de uma marca forte e os resultados que isso traz para a sua empresa.

Omo é marca ou apenas um sabão em pó?!

Um simples exemplo: quando falamos em sabão em pó, qual o primeiro nome que vem à cabeça? Bem provável que a primeira lembrança seja Omo. Outro grande exemplo é a Bombril. Quem nunca falou que comprou o “bombril” da Assolan? São marcas que se tornaram sinônimo de categoria. Sob o mesmo ponto de vista, o jornal Folha de São Paulo realiza anualmente uma pesquisa e premiação chamadas Top of Mind. Entretanto, o foco dessa pesquisa é verificar quais são as marcas mais lembradas, dentro da categoria e além.

Para quem pensa que a marca da sua empresa não é importante, esses casos servem como exemplo. Tanto quanto uma marca forte e bem construída atrai o consumidor e o fideliza por muito tempo.

Conte histórias verdadeiras

Do presidente, ao chão de fábrica, todos devem acreditar na mesma história. Entretanto, todos precisam sentir orgulho por ser parte da história da empresa. Mas não invente. Seja original e verdadeiro ao descrever a história da sua empresa.

É importante saber contar uma história que chame a atenção do consumidor. Uma história bem contada, que retrata a identidade da empresa, a posiciona muito bem na lembrança do público. Aquela frase “quem não é visto, não é lembrado” é verdadeira, mas não vale ser visto contando mentiras.

Descreva a sua marca como algo único, com personalidade e uma missão a ser cumprida. A mesma missão que identifica a sua empresa.

“As pessoas não compram o seu produto, eles compram porquê você o faz.” (Simon Sinek)

Fortalecimento da marca

Uma marca pouco conhecida, gera desconfiança por parte do público consumidor. Além disso, uma marca pouco conhecida pode ocasionar má reputação e vendas abaixo do esperado.

O trabalho da marca deve ser constante e focado no seu fortalecimento. Em outras palavras, princípios, valores e missão devem ser apresentados e ir além do papel ou dos muros da empresa.

Saiba trabalhar esses pontos e expandi-los. Contudo, não venha com a desculpa que marca é algo para grandes corporações. Esse trabalho é importante para qualquer empresa, até mesmo para a “EUpresa”.

Ao expandir os seus propósitos, os clientes tendem a se tornar fãs, advogados e promotores da sua marca. Mas antes, o consumidor deve ter uma experiência inesquecível. Gerar lembranças positivas é importante.

Por exemplo, o segmento de moda é um caso que podemos citar que utiliza muito bem a experiência positiva do consumidor. Dolce & Gabbana, Gucci, Marcolina, Ralph Lauren são apenas alguns que podemos citar.

Para o grande público, Marvel e DC são as principais empresas de quadrinhos, mas poucos conhecem outras empresas que produzem bons materiais de leitura. Image Comics, a terceira maior produtora de HQs, editora responsável por Spaw. Dark House Comics é responsável pelas HQs d’O Máscara e história de Star Wars e Shrek, são algumas que posso citar.

Mas, afinal, o que é marca?

Marca é a promessa da empresa fornecer diversos atributos aos consumidores. As mais lembradas e desejadas transmitem uma garantia de qualidade.

Assim, esqueça a representação gráfica da marca, o logotipo. Do mesmo modo, esqueça o nome da empresa ou produto. Marca vai além da junção desses itens. É a representação emocional e sensorial que envolve o consumidor por meio de suas experiências em contato com o todo o negócio. Desde o produto na gôndola, colaborador e acionista da empresa, precisam ter o mesmo sentimento.

É a identidade da empresa representada por seus elementos. Discurso, imagem (não a gráfica), relacionamento, pessoas, identidade visual e som são alguns dos elementos que compõem uma marca.

Atributos da marca

Segundo o “pai do Marketing”, Philip Kotler, uma marca possui 6 níveis de significados:

  • Atributos: traz à lembrança do consumidor algumas características, entre elas, a qualidade;
  • Benefícios: funcional ou emocional, o consumidor acredita na durabilidade do produto ou em um sorriso mais branco;
  • Valores: se for ecologicamente correta ou ajudar alguma causa, são transmitidos para o público que se relaciona com ela;
  • Cultura: as marcas têm o poder de se relacionar com determinados públicos e esses acreditam que elas os representam;
  • Personalidade: o consumidor age conforme a característica transmitida, podendo ser força ou poder;
  • Usuário: esse distingue o perfil do consumidor que fará uso do produto ou serviço.

Mas e a identidade visual?

A identidade visual é uma parte importante da marca, mas não a única. O logotipo é o primeiro elemento  que norteia toda a lembrança do consumidor. Por exemplo quando falamos “Olimpíadas”, remetemos à imagem dos seus arcos. McDonald’s, o M dourado sempre se destaca.

Além disso, todos os outros materiais comunicam a identidade da marca. Uniformes, cartões de visitas, brindes e outros elementos contribuem para a construção da identidade visual.

Toda a identidade visual deve ser pensada para “provocar” o público para que ele identifique, rapidamente, a empresa. Um trabalho de design muito bem feito, provoca as melhores reações nas pessoas. Se mais de três pessoas tiverem a mesma reação após ver a sua identidade visual, então, é sinal que a marca tem força.

Já que falamos de design, um grande exemplo de identidade visual é a Apple. Todos os produtos da maçã têm um design único e reconhecível em qualquer lugar. Coca-Cola é outro exemplo: a sua garrafa KS (king size) tem um formato único. Devido a isso, a empresa utiliza uma linha abaixo do nome nas latinhas de alumínio, que representa a garrafa KS.

Considerações

A construção de uma marca é algo de extrema importância para uma empresa. Ao pensar na sua empresa e produtos, fique atento se a mensagem que está passando (por meio dos seus significados) está correta.

Uma marca forte e bem construída tende a despertar desejos por onde passa e ter uma vida longa no mercado em que atua. Não economize tempo para alicerçar bem todos os atributos da sua marca.

Por data

Categorias:

Público-alvo com Deadpool

Com a data de lançamento do segundo filme marcada para dia 17 de maio de 2018, o herói mais cômico do planeta vai passear pelo nosso blog para te ajudar a entender melhor seu público-alvo e o quanto isso faz diferença na hora que uma campanha vai de fato ao ar. Curioso para o que vem a seguir? Apresentamos então o professor de hoje, o anti-herói mais louco do universo Marvel: com vocês, Deadpool!

Público-alvo com Deadpool (mais…)

Por data

Categorias:

Google Adwords e o mundo do RPG

Você curte coisas do universo da publicidade, nerd ou geek e acha que anunciar no Google é muito complicado? Não se preocupe, a gente descomplica tudo para você! Confira este post e descubra o mundo de RPG por trás do Google Adwords!

(mais…)

Por data

Categorias: