On-line e off-line: publicidade é integrar ações

On-line e off-line: publicidade é integrar ações

O consumidor on-line demostra o sentimento que tem sobre a marca, seja ele positivo ou negativo. A frase “falem mal, mas falem de mim” não funciona na internet. Toda marca quer que o consumidor fale bem dela.

On-line, palavra muito utilizada nos dias atuais. Todos estão conectados, estão presentes. Possuem voz ativa.

On-line

As redes sociais tem um papel muito importante ao falar com o consumidor. As ações on-line para essas ferramentas devem ser muito bem planejadas e, principalmente, executadas. Ninguém gosta de ter o seu espaço invadido ou o prazer interrompido. Tem que ter cuidado e ser propício ao momento.

Várias redes sociais fazem parte de nossas vidas on-line: facebook, twitter, pinterest, instagram, linkedin, foursquare entre muitas outras redes que existem ou deixaram de existir. E cada uma exige um planejamento, uma ação e uma execução diferente. Evite utilizar a mesma linguagem nessas ferramentas. Cada uma tem uma característica e, por isso, deve ser tratada de maneira diferente. Aqui entra o entendimento de como o consumidor age e reage e utiliza cada uma delas. Publicidade é entender o consumidor.

On-line não é apenas rede social

As ações on-line não estão restritas somente às redes sociais. Os dispositivos móveis (smartphones e tablets), que a cada dia tem maior participação nas mãos do consumidor, com seus apps e conectividade, servem como meios de comunicação para falar com o ele. Esses dispositivos geram uma interação maior entre a marca e o consumidor. A integração das ações e meios de comunicação são mais presentes nos planejamentos das marcas.

Para aquele consumidor que está na rua, ou sem energia elétrica, acabou a bateria do dispositivo móvel, não se importa muito com a internet (caso raro) e suas redes sociais ou não pode acessá-las por diversos motivos, a maneira para atingi-lo é pensar e executar as ações off-line.

O consumidor não está apenas on-line

Anúncios em jornal, revista, outdoor, rádio, TV, etc continuam sendo muito importantes. E aqui voltamos a falar: o importante é entender como o consumidor pensa, age e reage ao que é falado, transmitido. Isso ao falarmos das ações conhecidas como convencionais. As ações de intervenção urbana atraem a atenção do consumidor, porque elas vão ao encontro do público onde quer que ele esteja. Esse público deve perceber a marca como única, lembrar dela e, mais que tudo, deseja-la.

 

Entenda o passo-a-passo para definir o seu público-alvo

Publicidade não tem fórmula, o consumidor é diferente e convergente. As ações que foram feitas ontem podem não ter o mesmo efeito hoje. As marcas devem reciclar, repensar e ir além do convencional. Precisam estar preparadas para ouvir os seus consumidores, interagir com eles e, também, saber falar com eles.

Atente-se ao seu consumidor. É nele que você deve pensar antes de executar qualquer ação.

Por data

Categorias:

Dados e comportamento

dados e comportamento

Você sabe compreender os dados e comportamentos?

Em um mundo pós-moderno ou moderno líquido, não importa sob qual ótica você encara a contemporaneidade, o que se sabe é: vivemos a era do banco de dados. Isso significa um montante de informações cada vez mais crescente. Mas e aí, você sabe o que fazer com tantos elementos?

Sabedoria
Conhecimento
Informação
Dados

Dados e comportamento

Com o fugaz mundo de informações, é importante saber como tomaremos decisões, sejam elas pessoais ou no âmbito empresarial, para conhecer a tomada de decisão de cada pessoa. Para entender o processo, cabe compreender a pirâmide do conhecimento, baseada na DIKW (Data-Information-Knowledge-Wisdom), no português, Dados-Informação-Conhecimento-Sabedoria. Esse processo funciona como uma hierarquia informacional utilizado, principalmente, nos campos da Ciência da Informação e da Gestão do Conhecimento e cada camada acrescenta característica a anterior de forma que se complementam.

Os dados

Representam a terceira camada da pirâmide. A esta cabe a observação e percepção de um fato, qual não depende de um mundo real. Essa camada é ligada aos números, imagens e outras possibilidades que gerem maior compreensão sobre determinado tema. 

Informação

Representam a quarta camada da pirâmide e provém do processamento, manipulação e organização do antecessor (os dados) e implica em uma modificação no conhecimento geral do organismo.

Conhecimento

Representado pela quinta camada, esse item permite vantagem de ganho. Da camada anterior para o conhecimento é possível prever um acontecimento. Ele também possibilita tirar conclusões relacionadas às informações e aos dados ou por novas conclusões. O conhecimento acerca de um tema é que possibilita agir com assertividade e fazer conexão com os saberes acumulados.

 

O comportamento

Por fim, a pirâmide está representada pela ação sabedoria, sendo que a segunda é a compreensão humana mais refinada e equilibrada de determinado conhecimento. Isso contribui para compreender o melhor momento de usar as informações. Isso se torna possível por meio dos dados coletados e sua interpretação ao longo da pirâmide do conhecimento. 

 

Com isso, é importante salientar que, conhecendo o processo da pirâmide, agora, você precisa lembrar que as tomadas de decisões não são baseadas somente nos dados, mas em um conjunto de fatores capazes de somar resultados.

Por data

Categorias: